André Murraças / Coro
12-01-2018
Teatro
"Coro" é um musical sobre e com os colaboradores do Teatro Municipal do Porto. Quem são as pessoas atrás da cortina, por baixo do palco, na entrada do teatro? Que vidas têm aqueles que nos ajudam a ver os espectáculos?
Durante alguns meses, o encenador e dramaturgo André Murraças conversou com colaboradores de todas as áreas do Teatro Rivoli. Da limpeza às bilheteiras, foram diversas as conversas com pessoas que são muito mais do que as suas profissões. Depois esses colaboradores foram desafiados a serem as suas próprias personagens - a fazerem de si mesmos - num espectáculo que fala sobre eles e por eles. Fez-se um musical onde as suas vidas são o texto e as canções. É a hora de serem as estrelas e de terem o seu tempo de brilho. Alguns dançam, outros cantam, outros são muito tímidos para a cena e portanto o nosso protagonista encarrega-se de os apresentar. Sendo o aniversário do teatro, não haverá melhor maneira de celebrar as pessoas que fazem parte estruturante dele.
Bem-vindos ao nosso musical. Bom, mais ao menos um musical. Um quase musical.

André Murraças nasceu em 1976. É licenciado em Realização Plástica do Espectáculo, da ESTC, e acabou com distinção o Master of Arts in Scenography da Hogeschool voor de Kunsten, na Holanda. Foi encenador, dramaturgo, cenógrafo e intérprete de "O Criado", "Fantasmas", "Santos e Pecadores", "Teatro Noir", "Sex Zombie - A vida de Veronica Lake", "Hollywood", "One Night Only", "Um Marido Ideal", "Pour Homme", "Swingers", "As Peças Amorosas" e "As Palavras São o Meu Negócio". Encenou, escreveu e cenografou as peças "Império", "Coro", "50 - Orlando", "Ouve; Os Pássaros", "Cândida - Uma história portuguesa", "Três Homens Sós", "Film Noir", "Os Inconvenientes". É autor dos textos "Miss Portugal", "Todas as Noites a Mesma Noite" e "O Espelho do Narciso Gordo". Esteve presente nos Chantiers de L'Europe, em Paris, com o seu texto "Império", no Théâtre de la Ville. No cinema, foi dirigido por João Pedro Rodrigues. Trabalhou ainda com o designer Miguel Rios e com o artista plástico Ricardo Jacinto. Ganhou o prémio O Teatro na Década, do CPAI, e representou Portugal na Bienal de Jovens Criadores da Europa e Mediterrâneo, nas áreas de Teatro e de Literatura. Foi autor do programa "O Rapaz do Calendário", na Rádio Radar. Trabalhou como redactor publicitário e guionista de televisão. É autor e realizador da webserie "Barba Rija".
Encenação, Texto, Cenografia André Murraças
Música Carlos Meireles
Letras das Canções André Murraças
Ator André Lacerda
Colaboradores do Teatro Municipal do Porto Glória Ribeiro, Luísa Fernandes, Sofia Baptista, João Pedro Vilaça, Francisco Choupina, Tereza Vila
Assistência de Encenação Vânia Cerejo
Desenho de Luz André Murraças
Coordenação de Produção Cristina Correia
Produção Um Marido Ideal
Duração aprox. 1h
20 jan | 15h00 e 18h00
Auditório IAC . Rivoli
entrada livre | M/6