Cultura em Expansão
07-03-2017
O lastro do Cultura em Expansão é significativo. Ao longo dos últimos três anos, foram ativados públicos mais diversificados para a Cultura, criadas oportunidades singulares para artistas e agentes, da cidade e do país, assim como conquistados novos lugares para a prática cultural que desta forma começou a habitar, com todo o direito e regularidade, o território de mais e mais portuenses.
O ano quatro do Cultura em Expansão resulta de uma vontade de recuperar algumas das experiências programáticas de 2016 e também de continuar a investir em novas fórmulas de apresentação e envolvimento cultural de residentes de diferentes geografias urbanas do Porto. Esta é uma edição que ficará marcada pelo envolvimento de figuras incontornáveis da cultura portuguesa, pela regularidade programática em determinados bairros, e pelo investimento em projetos de trabalho continuado com grupos específicos.
Ao mesmo tempo que propõe que a arte aconteça de forma cada vez mais vasta no Porto, o Cultura em Expansão pretende que a noção de espaços de Cultura perca sentido e se dilua com o tempo, a partir da ideia de que não existem lugares definidos para a sua oferta e que a cidade, em toda a sua variedade e extensão, deve ser um palco ativo de Cultura.
Esta é, no fundo, a contradição que alimenta este projeto: quando o Cultura em Expansão atingir o seu objetivo máximo, fará sentido descontinuá-lo.
Mas por enquanto há um caminho em expansão a percorrer para o qual convocamos todos os que acreditam nesta ideia de cidade.