Prémio Paulo Cunha e Silva
31-03-2017
No passado mês de março, foi anunciada a lista completa de 47 artistas nomeados para a primeira edição do "Prémio Paulo Cunha e Silva", projeto da Câmara do Porto destinado a artistas com menos de 40 anos que não tenham tido mais do que uma exposição individual em instituições ou espaços de relevo internacional.

O júri - composto este ano pelos curadores João Laia e Vicente Todolí, a coreógrafa Meg Stuart e o artista plástico Julião Sarmento - analisou os portefólios dos 47 artistas, que haviam sido selecionados por um conjunto de 16 curadores indicados pelos quatro jurados.

De acordo com o júri, a qualidade do trabalho dos artistas nomeados era excecional, o que tornou muito difícil a missão de escolher um vencedor nesta fase. Por essa razão, o júri recomendou à autarquia a criação de uma nova etapa na competição, que não estava inicialmente prevista e que contempla a seleção de seis finalistas para fazerem parte de uma exposição coletiva, o que permitirá ao júri avaliar a obra exposta. 

Como se trata da primeira edição do Prémio, a Câmara acedeu ao pedido e os quatro jurados selecionaram os seguintes artistas para esta fase final: Christine Sun Kim (EUA); Jonathas de Andrade (Brasil); June Crespo (Espanha); Mariana Caló e Francisco Queimadela (Portugal); Naufus Ramírez Figueroa (Guatemala); e Olga Balema (Ucrânia).

De forma a apurar o vencedor do prémio, os artistas acima referidos integrarão uma exposição coletiva, a realizar em março do próximo ano na Galeria Municipal do Porto.
No dias subsequentes à inauguração, o júri apontará o vencedor da primeira edição, que, tal como anunciado, receberá um prémio monetário de 25000 euros com o apoio da Fundação Millennium bcp.

Refira-se que o Prémio Paulo Cunha e Silva está inserido no projeto de dinamização e apresentação de arte contemporânea no Porto, apresentado em abril último e designado PLÁKA.


Todas as informações sobre o Prémio estão disponíveis aqui.