Seppe Baeyens / Ultima Vez / Invited
07-12-2018
Dança
Bélgica
Estreia Nacional
No âmbito do Foco Famílias

Vejo-me como alguém que cria ligações entre gerações, usando a dança como linguagem. Acredito que há uma grande força nisso. ? Seppe Baeyens
Em "Invited", Baeyens procura dar a sua resposta artística à questão de como é que o público pode ajudar a escrever a coreografia de uma performance. Tomando a dança como uma linguagem comum, procura uma forma alternativa de vivermos juntos e desvanecer as fronteiras entre intérpretes e público. Este espetáculo é composto por um grupo intergeracional de intérpretes que reflete a sociedade contemporânea. O público desempenha um papel fundamental e terá a oportunidade de assumir o controlo. O dispositivo cénico divide e une, aparece e desaparece, guiando quer os intérpretes, quer o público, através da história coletivamente escrita.

Seppe Baeyens (1981) começou a sua carreira como bailarino com Fableau e mais tarde como performer na Kopergietery, Kabinet k, Productiehuis Brabant, Ontroerend Goed, Miet Warlop entre outros. Desde o início de sua carreira como artista performativo, Baeyens viu o trabalho intergeracional como sendo essencial para mostrar a forma mais humana e vulnerável da dança. A imperfeição da dança e o modo como diferentes gerações se relacionam com ela, estão inseparavelmente ligadas às suas criações artísticas. Por exemplo, em 2015, criou a sua primeira produção de dança em grande escala, "Tornar", em associação com a Ultima Vez e Wim Vandekeybus. Nesta peça ele estabeleceu a interação entre um elenco intergeracional de dançarinos profissionais e não profissionais. Selecionou os membros deste grupo variado no decorrer de um longo processo de workshops e encontros no estúdio Ultima Vez em Sint-Jans-Molenbeek.


Direcção e Coreografia Seppe Baeyens
Em criação com Emile Van Puymbroeck, Luke De Bolle, Chisom Onyebueke Chinaedu, Leonie Van Begin, Rosa Boateng, Oihana Azpillaga, Ischa Beernaert, Esther Motuanya, Roel Faes, Trui De Mulder, Adnane Lamarti, Seppe Baeyens, Frank Brichau, Stephan Verlinden, Elisabeth Wolfs, Leon Gyselynck
Música Original ao vivo Stef Heeren, Kwinten Mordijck, Karen Willems
Dramaturgia Kristin Rogghe
Cenografia e Desenho de Luz Ief Spincemaille
Figurinos Lieve Meeussen
Assistente de Movimento German Jauregui
Aconselhamento Artístico Wim Vandekeybus
Coordenador Técnico Tom De With
Produção Seppe Baeyens / Ultima Vez & KVS
Coprodução Koninklijke Vlaamse Schouwburg (Brussels)
Com o apoio de Tax Shelter measure of the Belgian Federal Government, Casa Kafka Pictures Tax Shelter empowered by Belfius.
A cenografia foi inspirada no ?ROPE - Possibilities of Binding' comissariado por N.O.W com o apoio de extrapole, Fabbrica Europa, Indisciplinarte, Latitudes Contemporaines, Lókal, Mom/El Vivero, Trafó, wpZimmer. N.O.W criado em parceria com Creative European Program of the European Union. Ultima Vez tem o apoio de The Flemish Authorities & The Flemish Community Commission of the Brussels Capital Region
Duração aprox.: 1h10


DEZEMBRO
15 Sáb 16.00h & 19.00h
16 Dom 16.00h

CAMPO ALEGRE Palco do Auditório
Crianças 2.00€ | Adultos 5.00€ | >6