Projeto para melhorar eficiência energética das ETAR junta Porto e Galiza
A Câmara do Porto e a Xunta da Galiza vão colaborar num projeto de cooperação transfronteiriça para melhorar a eficiência energética e tornar mais sustentável o processo de tratamento das águas residuais das ETAR (estações de tratamento de águas residuais).

O Aqualitrans tem como missão aumentar a qualidade da água, reduzir o consumo energético e as emissões de CO2 e diminuir os custos de funcionamento das ETAR. No projeto, liderado pelas Águas da Galiza, participam a empresa municipal Águas do Porto e o Instituto de Engenharia Mecânica e Gestão Industrial (INEGI) da Universidade do Porto. Do lado espanhol, integra também o Instituto Energético de Galicia (INEGA) e da Consellería de Economía, Empleo e Industria, a Fundación Instituto Tecnológico de Galicia (ITG).

Apresentado em Santiago de Compostela, o Aqualitrans resulta do compromisso assumido pelas administrações públicas para a criação de um modelo energético eficiente e sustentável para as ETAR, contribuindo para alcançar os objetivos gerais de desenvolvimento sustentável e de proteção ambiental definidos na Estratégia europeia 2020.

A primeira fase do projeto prevê um estudo sobre o consumo energético em 20 ETAR localizadas na Galiza e no Norte de Portugal (Freixo, Sobreiras, Ave, Barcelos, Cávado Homem, Lamego, Ponte da Baia, Serzedo, Sousa e Vila Real), seguindo-se a implementação de um projeto-piloto nas instalações selecionadas de melhoria energética. O projeto conta com uma dotação orçamental na ordem dos 950 mil euros, cofinanciado por fundos europeus do FEDER.