Palácio das Sereias

O edifício foi construído em meados do séc. XVIII para residência da família Cunha Portocarrero, em local onde se situou uma antiga judiaria. No largo fronteiro à casa, uma pirâmide em granito servia de suporte à bandeirinha da saúde, que marcava o limite da atracagem de navios em tempo de peste.