Juventude e Novas Gerações

Na área da Juventude e Novas Gerações e no âmbito do programa Apoio e envolvimento da população jovem com uma execução de 77,1 mil euros, a autarquia teve uma abordagem integrada e transversal no que diz respeito às politicas de juventude, que abrangem todas as dimensões da vida dos jovens e que devem ter as condições para que a cidade faça parte da sua identidade pessoal e comunitária, considerando o Porto na sua forma de crescer, viver, estudar, trabalhar, desenvolver os seus projetos e divertir-se.

Neste sentido, desenvolveram-se ações/iniciativas correspondentes ao plano estratégico delineado, atuando nas prioridades identificadas para a juventude: Diversidade Social e Territorialidade das Politicas e das Ações; Participação Cívica, Identidade e Cidadania; Empregabilidade, Emprego e Transição para a Vida Adulta; Qualidade de Vida, Saúde e Bem-estar e Contextos e Fenómenos de exclusão social.

O Conselho Municipal de Juventude (CMJ) do Município do Porto, enquanto órgão consultivo, pretende contribuir para a aproximação do Município aos jovens. Não esgotando a sua atuação nas organizações partidárias, é um espaço onde o associativismo, nas suas diversas manifestações, pode participar ativamente no debate de políticas públicas de juventude, em áreas do emprego e formação profissional, habitação, transportes, educação e ensino superior, cultura, desporto, saúde e ação social, entre outras, que beneficiarão, em última instância, os jovens e a cidade.

Neste âmbito, promoveram-se, em 2018, três encontros: No Rivoli - Teatro Municipal do Porto para tomada de posse dos novos membros, aprovação do novo regulamento e do novo regimento interno, apresentação do plano anual de atividades e do orçamento; na Domus Social, EM para debate sobre Políticas da cidade de acesso à habitação; e, no Museu do Carro Elétrico para debater Politicas de desincentivo ao uso de transporte individual para a criação de uma cidade mais sustentável, os jovens como motor da mudança.

No que respeita à implementação de programas de receção, apoio, acompanhamento e monitorização dos jovens estudantes estrangeiros do ensino superior que estudam no Porto, reforçou-se o Porto Acolhe, desenvolvido para facilitar a integração dos estudantes na vida da cidade, complementando, assim as ações incrementadas pelas universidades no seu acolhimento. Este programa que prevê um conjunto de visitas ao Património Cultural e Histórico da cidade, aos projetos de Reabilitação Urbana, assim como o acesso ao ciclo de visitas a espaços municipais e não municipais (incluindo visita aos Paços do Concelho), envolveu aproximadamente 480 estudantes em 27 visitas.
Concretizou-se a 5ª edição do Porto de Partida com o objetivo de proporcionar aos jovens da cidade do Porto, em reconhecida situação de desvantagem social, a oportunidade de participarem em intercâmbios juvenis europeus, permitindo-lhes momentos de partilha e novas experiências, tendo em vista a aprendizagem não formal e a aquisição de competências transversais para valorização pessoal. Com a duração de cerca de 12 dias, apresentam programas muito variados e apelativos para os jovens, designadamente: performances teatrais, musicais, visitas culturais e muito convívio. Realizaram-se 4 intercâmbios com 19 participantes de variadas instituições da cidade.
No domínio da intervenção da Participação Cívica, Associativismo e Cidadania, o Município tem adotado e estimulado uma estratégia de proximidade com todos os jovens em geral, e com os dirigentes associativos em particular, através da implementação do Plano Local de Capacitação de Jovens e Dirigentes Associativos - CAPACITA.TE.

Tendo como objetivo habilitar os jovens e dirigentes associativos no uso de ferramentas úteis para a aquisição e/ou reforço de competências para melhorar o desempenho na qualidade de líder associativo desenvolveu-se, em parceria com a FAJDP, com a FAP e com o apoio do IPDJ, um plano orientado de capacitação que abrange múltiplas áreas que refletem e respondem às necessidades identificadas pelos parceiros, onde se inclui a organização do Bootcamp, em Cascais, capital Europeia da Juventude 2018. Em 2018 foram realizadas 8 sessões formativas, com a participação de 80 formandos.

Ainda de carater anual, promoveu-se a 4ª edição do programa Debate a Tua Cidade, em parceria com a Federação das Associações Juvenis do Distrito do Porto, Federação Académica do Porto e apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude, que, sendo um processo participativo por excelência, é um espaço de reflexão, discussão e recomendação, em que os jovens são os protagonistas. Nesta edição, em que foi debatido o "Contexto de empregabilidade Jovem no Município do Porto e o Futuro de Trabalho no contexto da 4ª Revolução Industrial", participaram 28 jovens, entre os quais, dirigentes associativos do ensino secundário e superior, representantes do Parlamento Jovem e jovens integrados em projetos comunitários, como o Programa Escolhas e o projeto FAP no Bairro.

No âmbito da promoção do empreendedorismo, participou-se na Mostra Nacional de Ciência, organizada anualmente pela Fundação da Juventude em coorganização com o Município do Porto e a Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, e em parceria com a Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, Astrazeneca, Porto Editora, Lipor, Sumol+Compal, CNJ, Microsoft e Intel. Este evento constitui-se como um espaço de criatividade científica e de partilha de boas práticas de investigação, demonstradas nos 100 projetos realizados por cerca de 300 jovens cientistas e orientados por cerca de 70 professores coordenadores.

Entre outras atividades e eventos promoveram-se ainda: o Dia do Associativismo Jovem que pretende reforçar a importância do associativismo como escola de cidadania participativa e veículo de aprendizagem social; um fim de semana dedicado à comemoração do Dia Internacional da Juventude; a Semana pelos Direitos da Juventude que decorreu em Barcelona e contou com a participação de 15 jovens portuenses entre os 150 participantes; a FAP no Bairro com o objetivo de dar oportunidades de enriquecimento a crianças de contextos desfavorecidos, tendo, neste Verão e em parceira com o CDUP, as crianças dos centros comunitários sido convidadas a participar no campo de férias de Verão; Receção aos estudantes da Universidade do Porto; Feira do Emprego Universitário; Alimentação mais saudável, no Mercado Temporário do Bolhão; NOS Primavera Sound; Os Matuto, concerto promovido com a Embaixada dos E.U.A.; Encontro Nacional de Vereadores da Juventude; e Mesa redonda sobre políticas de juventude no âmbito do programa Cidadania Ativa.

Disponibilizou-se apoio técnico e logístico às iniciativas, eventos e projetos dinamizados pelas associações juvenis, de estudantes, federações, núcleos informais de jovens, entidades com responsabilidade em matéria de juventude, nomeadamente: Reitoria da Universidade do Porto, FAP, FNAJ, FAJDP, Erasmus Student Network, Inspiring Future - associação juvenil sem fins lucrativos, Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto, Associação de Estudantes da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, entre outras.