Campanha de Oferta de Esterilização aos animais adotados
A Câmara Municipal do Porto irá retomar a campanha de oferta da esterilização aos animais adotados no canil municipal brevemente, após o sucesso do primeiro ano de implementação do projeto, que decorreu durante o ano de 2016 . Todas as adoções realizadas durante este período temporário, e que solicitem o serviço de esterilização, serão alvo de avaliação retroactiva .

Esta é uma das medidas-chave previstas no Plano municipal de controlo da população animal de cães e gatos, apresentado pelo Pelouro da Inovação e Ambiente em 2015 e já amplamente discutido com os principais atores neste contexto: as Associações Zoófilas, a Ordem dos Médicos Veterinários e a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária. 

No momento de concretizar o processo de adoção no Canil Municipal (para a qual a identificação eletrónica -microchip - é obrigatória), será emitido um cheque-esterilização com a identificação do animal adotado.  

Posteriormente, o detentor do animal adotado deverá contactar a Clinica Veterinária da Universidade do Porto (ICBAS - UP)  - com quem o Município contratualizou este serviço -  e agendar uma consulta pré-cirúrgica, mencionando que é possuidor de um cheque-esterilização facultado pelo Canil Municipal tendo sempre em atenção a validade do mesmo. 

O contacto com a Clinica Veterinária definida e o agendamento da intervenção serão da responsabilidade do adotante.
O Canil Municipal encontra-se aberto de 2ª a  sábado, na Rua de s. Dinis, 249. (horários e contactos)

Se pretende adotar um animal de companhia, visite o Canil Municipal