<span>Visitas Virtuais</span>
Pormenor - Folha
Canforeira - Sede da CCDR-N

A quinta que é atualmente a sede da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) foi em tempos uma vasta quinta de recreio. Em meados da década de 60 do seculo XIX, foi adquirida por John Glas Sandeman que, entre várias alterações, mandou aumentar o seu edifício principal, atual propriedade do grupo Amorim, em resultado da divisão da quinta original, em duas partes.


A atual Casa Sede da CCDR-N terá sido, ao que tudo leva a crer, um edifício secundário da propriedade original. Na verdade em 1908 esta última foi vendida à firma "Sandeman & Companhia" sendo posteriormente transferida para a posse de Raúl Ferreira de Riba d'Ave, conde de Riba d'Ave, que alterou o espaço, nomeadamente por alterações ao edifício original, aquisição de novos terrenos e construção de edifícios de apoio. Estas alterações conduziram à proposta do conde para criação de uma nova rua, agora designada por Rainha Dona Estefânia.

 

A canforeira aqui em destaque, encontra-se proposta para classificação e é, muito provavelmente, um dos exemplares originais do espaço, assumindo uma dimensão e expressão verdadeiramente raros na cidade, senão mesmo no país. Encontra-se num local de destaque, marcando a entrada da casa, pela sua copa exuberante e dimensão do seu tronco. Em termos estruturais e de sanidade, o exemplar não destaca especiais indícios bióticos ou abióticos de fragilidade, eventualmente capazes de afetar a sua manutenção futura. Não obstante será de destacar a já ancoragem de parte desta copa, em tentativa de minimização do risco de esgaçamento de porções codominantes, agora estabilizado.

Cinnamomum camphora
mais de 100 anos
Publicação de classificação pendente
Rua Rainha D. Estefânia, nº 251, Sede da CCDR-N
Não Municipal
Canforeira
30.5
28.45
7.76
5.75